Home Data de criação : 08/11/24 Última atualização : 13/08/06 16:38 / 1144 Artigos publicados

mudança de corpo(pré adolecencia)  escrito em sexta 30 abril 2010 13:21

 

 

Quando somos crianças nosso corpo parece não ter diferença de menino para menina; a única diferença que percebemos nessa idade são os órgãos genitais, que na maioria das vezes chamamos por outros nomes.

Na adolescência nosso corpo começa a mudar, e muitas vezes ficamos preocupados/as com essas mudanças. Não sabemos muito bem o que está acontecendo. As mudanças não acontecem somente no nosso corpo, muita coisa começa muda!!!

A fase de criança começa a se despedir quando percebemos que o nosso corpo está mudando, ou seja, começamos a crescer, o corpo se modifica, os pelos começam a aparecer, e sem sabermos porque começamos a sentir vergonha de muitas dessas mudanças...

Mas, por que todas essas mudanças acontecem?

 

Essas mudanças acontecem por causa dos hormônios, substâncias que temos em nosso corpo, que são "mensageiros químicos" que determinam onde e como nosso corpo vai se modificar e/ou crescer. Assim, os hormônios de crescimento, são tão importantes quando os hormônios sexuais, o estrógeno e a progesterona produzidos pelo ovário da mulher, e a testosterona, produzido no testículo, do homem.

Além disso, outras partes do nosso corpo também produzem outros hormônios que estão também envolvidos com essa transformação. Por exemplo, a hipófise, que é uma pequena glândula localizada no nosso cérebro, que produz alguns hormônios que, por sua vez, enviam mensagens para os ovários na mulher e para os testículos no homem para que eles comecem a produzir os hormônios sexuais e assim amadurecer os óvulos na mulher e a produzir espermatozóides no homem.

Ainda existem outros hormônios, como a prolactina e os andrógenos, que também ajudam na transformação do nosso corpo de criança para adolescente. Há também outras substâncias que participam dessas transformações e que não são hormônios - são os neurotransmissores, que são substâncias que têm a função transmitir os impulsos nervosos de um hormônio a outro.

Todos esses hormônios e substâncias químicas vão fazer com que o nosso corpo comece a mudar e ganhar novas formas.


Conhecendo as principais mudanças no Menino!

As principais mudanças que ocorrem no corpo do menino, começam a acontecer por volta dos 11, 12 anos de idade, quando entramos adolescência. A partir dai, o corpo do menino começa a se desenvolver mais ou menos nesta ordem:
Desenvolvimento dos testículos;

Crescimento dos pelos pubianos;

O pênis cresce em diâmetro e comprimento;

Começa a crescer os pelos do rosto (barba), nas axilas e por todo o corpo;

Mais ou menos entre os 13 e 14 anos ocorre a primeira ejaculação; (lembrando que cada adolescente tem o seu próprio tempo para que isto acontecer, podendo ser antes ou depois dessa idade);

Crescimento da laringe;

A voz começa a engrossar

Entre 11 e 16 anos acontece um crescimento muito rápido em altura (chamado "estirão do crescimento").

Desta forma essas mudanças marcam a passagem de criança para adolescente, e que mais tarde passará por mais algumas mudanças chegando à idade adulta.

Agora é IMPORTANTE lembrarmos que essas mudanças não ocorrem de forma igual ou como uma regra, pois cada adolescente tem seu próprio processo e tempo para que ocorra o desenvolvimento de seu corpo.


Conhecendo as principais mudanças no Menina!

Nas meninas, as principais mudanças também irão ocorrer por volta dos 11, 12 anos de idade, quando as meninas também entram na adolescência, Assim como os meninos, a partir daqui o corpo da menina também começa a se desenvolver e ganhar novas formas. As principais mudanças que ocorrem são:

As mamas começam a crescer e desenvolverem

A cintura começa a ficar mais fina;

O quadril se desenvolve;

Começa a crescer os pelos das axilas e da região pubiana;

O crescimento em altura se acelera;

Entre os 12 e 13 anos acontece a primeira menstruação, chamada de "menarca" (lembrando que isto pode ocorrer antes ou depois dessa idade, pois a menarca varia de adolescente para adolescente);

Desenvolvimento dos órgãos genitais: A vagina fica com a parede mais espessa; O útero aumenta de tamanho; Aumenta a irrigação sanguínea do clitóris;

A bacia óssea se desenvolve;

A voz começa a afinar.

Desta forma essas mudanças marcam a passagem de criança para adolescente, e que mais tarde passará por mais algumas mudanças chegando à idade adulta.

Agora é IMPORTANTE lembrarmos que essas mudanças não ocorrem de forma igual ou como uma regra, pois cada adolescente tem seu próprio processo e tempo para que ocorra o desenvolvimento de seu corpo.


 

 

Vamos conhecer um pouco mais sobre o nosso corpo!

Após conhecermos como se dá o desenvolvimento do corpo, as principais mudanças no menino e na menina, vamos agora conhecer um pouco mais sobre os órgãos genitais de cada um, já que a principal diferença entre meninos (homens) e meninas (mulheres), são os órgãos genitais.

Os órgãos genitais da mulher

Quando falamos do órgão genital feminino, logo lembramos que não podemos vê-los, pois ficam praticamente todo dentro da mulher, o que conseguimos ver é apenas o que chamamos de vulva.

A maioria das mulheres não foram acostumadas a olhar, conhecer, tocar e a sentir seu órgão genital, uma das áreas mais sensíveis do corpo e que está diretamente ligado ao prazer sexual da mulher. Por isso é fundamental que eles sejam bem conhecidos.

PÊLOS PUBIANOS - Os pêlos pubianos, tem a função de proteger o órgão genital, por isso sua grande concentração em cima da vulva e ao seu redor.

GRANDES LÁBIOS - Os grandes lábios são as duas pregas de pele que protegem a região do canal da vagina, uretra e clitóris.

PEQUENOS LÁBIOS - Os pequenos lábios também são duas pregas de pele menores e mais fechadas que protegem a região do canal da vagina, uretra e clitóris.




VAGINA - A vagina é um canal de mais ou menos 7 a 9 cm, e tem sua abertura para fora do corpo e seu fundo está ligado ao colo do útero. Se colocarmos o dedo dentro da vagina, perceberemos que ela é toda enrugada e elástica, pois na hora da relação sexual essa elasticidade servirá para que ela se adapte ao tamanho do pênis. Outra mudança que ocorre na vagina na hora da relação sexual, é que durante a excitação ela se lubrifica, ficando assim molhada, o que facilita na hora da penetração.

CANAL DA URETRA - A uretra é o canal que sai da bexiga e tem sua abertura entre o clitóris e a entrada da vagina. É através da uretra que a mulher urina.


CLITÓRIS -
O clitóris é o órgão do prazer sexual. Ele fica quase todo escondido dentro do corpo, e somente a sua ponta (chamada glande) aparece na vulva.

A glande do clitóris é extremamente sensível à estimulação suave, superficial, enquanto que o corpo clitoriano responde a estímulos mais profundos, de pressão ou fricção. Os bulbos esponjosos do vestíbulo formam um coxim que forra a parte inferior da vagina, e são razoavelmente sensíveis à pressão. As raízes do clitóris são estruturas de fixação do órgão ao osso, e não têm papel importante na sensibilidade.

Os músculos perivaginais formam uma espécie de assoalho da pelve, e têm importante participação na função sexual.
O bom condicionamento dessa musculatura pode favorecer a qualidade e a intensidade tanto da excitação sexual como do orgasmo.

DICA SAUDÁVEL!

Contraia os músculos perivaginais (da mesma forma que se segura à urina) mantendo a contração por 3 segundos e depois relaxe.
Repita esse exercício por 20 vezes e descanse por 1 minuto
(20 contrações = 1 série).

Comece fazendo 2 séries por dia (40 x ao dia) durante uma semana, e vá aumentando gradativamente até chegar a 5 séries por dia (100 x ao dia).

Mantenha os exercícios regularmente, todos os dias, por 3 meses. Isso ajuda a mulher a exercitar os músculos perivaginais.
Os órgãos genitais internos da mulher servem basicamente para a função reprodutiva, não exercendo qualquer papel importante no prazer sexual. A vagina só tem alguma sensibilidade nos primeiros 2 a 3 centímetros, na região em que está envolvida pelos músculos perivaginais.
ÚTERO - O útero é o órgão oco por dentro, responsável por receber o óvulo fecundado e gerar a gravidez; ele fica posicionado próximo à bacia da mulher e tem seu formato parecido e do tamanho de uma pêra. Sua parte mais estreita está ligada com o colo do útero e a sua parte mais longa está ligada às trompas de falópio ou tubas uterinas.

COLO DO ÚTERO - O colo do útero mantém a comunicação do útero com o canal da vagina, é através de uma abertura (buraquinho) que a menstruação sai e os espermatozóides entram. O colo do útero também serve como divisão do útero com a vagina.


TROMPAS DE FALÓPIO -
As trompas de Falópio, também conhecidas como tuba uterina, são dois tubos, um de cada lado do útero, que fazem a ligação do ovário com o útero. As suas pontas são como franjas que têm a função de agarrar o óvulo quando este é liberado pelo ovário, colocando-o dentro do tubo para que esse seja encaminhado até o útero.

É nas trompas também que ocorre a fecundação, (encontro do óvulo com o espermatozóide).

OVÁRIOS - Os ovários, são duas glândulas, do tamanho de uma azeitona, localizadas uma de cada lado do útero.

Os ovários são responsáveis pela produção dos hormônios femininos (estrogênio e a progesterona), assim como a produção, armazenamento e amadurecimento dos óvulos. Os ovários começam a trabalhar a partir da primeira menstruação da mulher e se mantêm ativos até a ultima menstruação, quando a mulher entra na menopausa (ausência da menstruação).

ÓVULO - O óvulo é a célula reprodutora da mulher, responsável pela fecundação. Após o óvulo ser liberado pelo ovário ele permanece com capacidade de ser fecundado por até 24 horas, perdendo sua ação após esse tempo e sendo absorvido normalmente pelo corpo, quando não fecundado. A cada ciclo menstrual, um óvulo é amadurecido e liberado pelo ovário, sendo que os ovários de alternam de forma que em cada ciclo um ovário libere o óvulo.

ENDOMETRIO - O endométrio é uma mucosa que recobre a parte interna da cavidade do útero que durante o ciclo menstrual se prepara para receber o óvulo fecundado (ovo). Quando não ocorre a gravidez, essa camada se desprende da parede do útero, dando origem assim a menstruação.


VAMOS AGORA SABER MAIS SOBRE MENSTRUAÇÂO, CICLO MENSTRUAL E PERÍODO FÉRTIL!

MENSTRUAÇÂO -
A menstruação ocorre devido à preparação do endométrio para receber o óvulo fecundado (ovo). Quando isso não ocorre, essa parede começa a se descamar (soltar), saindo em forma de sangramento.

É importante sabermos ainda que a menstruação pode adiantar ou atrasar, em relação à data prevista, assim como mudar o fluxo, a cor... entre uma menstruação e outra.

CICLO MENSTRUAL - O Ciclo menstrual, é o período entre uma menstruação e outra, ou seja, começa no primeiro dia da menstuação e termina um dia

antes da próxima menstruação ocorrer. Assim se contarmos os dias entre uma menstruação e outra, teremos qual foi o período do ciclo menstrual.

PERÍODO FÉRTIL - O período fértil, é o período em que a mulher tem uma maior chance de engravidar, esse período tem a duração de até 06 dias, sendo que a ovulação ocorre 14 dias antes do primeiro dia da menstruação seguinte. Porém não tem como prever exatamente quando essa data irá ocorrer, pois o ciclo menstrual pode variar entre um mês e outro.


Os órgãos genitais do homem

Diferentemente das mulheres como acabamos de ver, o órgão genital masculino está praticamente todo voltado para fora, assim podemos ver o pênis e a bolsa escrotal, onde estão os testículos.

Antes de conhecermos cada parte do órgão genital masculino, é importante sabermos que existe grande variação na forma e no tamanho dos órgãos genitais externos masculinos, assim como na cor, quantidade e distribuição dos pelos pubianos. Nenhuma destas variações tem qualquer relação com a virilidade; também não tem qualquer efeito sobre o desempenho sexual do homem, e nem sobre o prazer que ele pode proporcionar à mulher.

Você sabia que a média do tamanho do pênis de um brasileiro adulto é de 14 centímetros?




PÊLOS PUBIANOS - Os pêlos pubianos, tem a função de proteger o órgão genital, por isso a grande concentração ao seu redor.

PÊNIS - O pênis é um órgão genital que tem tripla função: serve para a função sexual propriamente dita (é o órgão do prazer), serve para a reprodução, e serve para a função urinária. Essa é uma das diferenças importantes entre o homem e a mulher, pois a mulher tem órgãos diferentes para cada uma dessas funções.
O pênis é coberto por uma pele fina, formando uma prega na ponta, cobrindo assim o corpo e a glande do pênis.

GLANDE - A glande, também conhecida como cabeça do pênis, é a parte mais sensível do pênis, ela tem na sua ponta uma abertura por onde sai à urina ou mesmo o sêmen.

BOLSA ESCROTAL- A bolsa escrotal, também conhecida como saco escrotal, tem a função de guardar dentro de si os testículos, de forma a proteger e manter os testículos em uma temperatura ideal. A bolsa escrotal, também é recoberta por pelos pelo lado de fora.


Até aqui conhecemos um pouco do que podemos ver do órgão genital masculino, mas e o que não podemos ver? Quais são os órgãos que fazem parte do órgão genital masculino e de seu funcionamento?

TESTÍCULOS -
Os testículos se concentram dentro do saco escrotal, um de cada lado, eles são responsáveis pela produção do hormônio masculino (testosterona) e pela produção dos espermatozóides.

CANAIS DEFERENTES - Os canais deferentes, que estão ligados diretamente aos testículos, através do epidídimo e ao canal da uretra, são responsáveis por levar os espermatozóides até a próstata, quando depois junto com o sêmen serão ejaculados, durante a estimulação do pênis.

EPIDÍDIMO - O epidídimo, tem a função de receber e guardar os espermatozóides produzidos pelos testículos, até que sejam, liberado espaços nos canais deferentes para que eles possam sair.


VESÍCULA SEMINAL - A vesícula seminal, são duas bolsas parecidas com duas amoras, responsáveis pela produção do líquido seminal. Esse líquido é depositado junto aos canais deferentes, onde junto com os espermatozóides darão origem ao sêmen.

PRÓSTATA - A próstata, é uma glândula parecida com uma noz, e junto com a vesícula seminal tem a função de produção do liquido seminal (Sêmen).
É importante lembrarmos que é nesta região que ocorre o câncer de próstata, por isso a importância de fazermos a prevenção procurando um serviço de saúde, principalmente os homens entre 50 e 70 anos de idade.

Agora que já aprendemos e conhecemos as principais mudanças do nosso corpo, como ele se desenvolve, o órgão genital feminino e masculino; agora é a sua vez de entrar em cena e conhecer seu próprio corpo, cuidando dele e da sua saúde.

Cuidar do seu corpo e da sua saúde é um direito seu. Portanto exerça-o!

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.80.36.69) para se identificar     


1 comentário(s)

  • maisa mailto

    Dom 29 Abr 2012 00:47

    eu comecei a ter pelos com 8 anos


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para vitoriaangela

Precisa estar conectado para adicionar vitoriaangela para os seus amigos

 
Criar um blog